Lonicera implexa

Fam. Caprifoliaceae

Madressilva

 

Caracterização morfológica:

É um arbusto trepador, vivaz, volúvel.

De caule flexível, folhas opostas, amplexicaules, i.é., abraçam o caule.

Flores muito perfumadas, a partir de Abril, com tonalidades que vão do branco-marfim ao avermelhado, agrupadas em umbelas terminais. Este perfume atrai as borboletas nocturnas que asseguram a polinização. O cálice é curto com 5 dentes; a corola tubulosa, bilabiada, com o lábio superior com 3 ou 4 lóbulos curtos e o inferior inteiro; tem 5 estames e um estigma que se destaca dos estames.

O fruto, bagas vermelhas ovóides com várias sementes, é venenoso provocando vómitos e diarreias.

Ecologia:

Matagais, orla de bosques, terrenos baldios, montanhas de baixa altitude, do norte ao sul do País.

Etnobotânica:

Às flores e folhas são atribuídas propriedades anti-sépticas, diuréticas, adstringentes e laxativas.

Distribuição em Portugal:

Muito frequente nas regiões mediterrânicas.