Smilax aspera

Fam. Liliaceae

Salsaparrilha

 

Caracterização morfológica:

É um subarbusto com caules gavinhosos: 2 gavinhas na base do pecíolo, junto aos nós. O caule é sarmentoso, fino e lenhoso provido de acúleos.
As folhas são persistentes, pecioladas, cordiformes (triangulares) e aculeadas.
As
flores são verde-esbranquiçadas, em umbelas simples na axila das folhas e na extremidade dos ramos. Florescem de Agosto a Outubro.
Os
frutos são bagas vermelhas, semelhantes às da groselha.

Ecologia:

Trepadeira das regiões mediterrânicas, quentes e húmidas

Etnobotânica:

A parte utlizada da salsaparrilha é a raiz, pelas suas propriedades depurativas e diuréticas. Teve fama de planta afrodisíaca por se ter descoberto que a testosterona (hormona sexual masculina) se encontra no rizoma, mas não foi comprovada esta característica.

Distribuição:

Planta de matos, bosques do sul de Portugal.

Acúleo –protuberância pontiaguda e rígida da epiderme vegetal.

Espinho – protuberância pontiaguda e rígida que tem origem no lenho, está ligado ao sistema vascular da planta.