*  BIOGRAFIA


     Nascido em Lisboa , a 6 de Fevereiro de 1608 e falecido no Colégio da Companhia de Jesus, em Savador da Baía, a 18 de Julho de 1697, Vieira foi uma das expressões máximas da língua portuguesa de todos os tempos. Foi também uma síntese da cultura luso-brasileira.Viveu num período exuberante ,de ânsia de novidade, da preferência pelos contrastes ,do gosto pelo teatral e da preferência pelo brilho : O Barroco!

     Foi o maior orador sacro de Portugal. Destacou-se pela sua personalidade rigorosa, gigantesca e exuberante.Lutou pelos direitos dos oprimidos através das palavras e empenhou-se em assegurar a conservação de um Portugal independente. Os seus sermões são variados. Escreveu-os com carácter missionário,político, social, literário , diplomático...

 

   indios2.jpg (52095 bytes) "É necessário tomar o bárbaro à parte e instar com ele muito só por só, e muitas horas, e muitos dias; é necessário trabalhar com os dedos, escrevendo, apontando, e interpretando por acenos o que não se pode alcançar das palavras; é necessário trabalhar com a língua, dobrando-a, e torcendo-a, e dando-lhe mil voltas para que chegue a pronunciar os acentos tão duros e tão estranhos; é necessário levantar os olhos ao céu uma e muitas vezes com a oração, e outras quase com desesperação; é necessário, finalmente, gemer, e gemer com toda a alma: gemer com o entendimento, porque em tanta escuridade não vê saída; gemer com a memória, porque em tanta variedade não acha firmeza; e gemer com a vontade, por constante que seja,porque no aperto de tantas dificuldades desfalece e quase desmaia."   

                    Passagem do Sermão da Epifania,de 1652

 

                                                                                                                            voltar